Loading...

sábado, 8 de maio de 2010

Picanha Assada e Farofa


Ingredientes:




- 1 peça de picanha inteira e limpinha

- 1 punhado de sal grosso moído

- 1 xícara (aproximadamente) de farinha de trigo



Modo de Preparo:

Bater o sal na carne dos dois lados. Passar a farinha de trigo na carne. Levar para assar

em forno a 160ºC. A picanha deve ficar no forno mais ou menos duas horas. O segredo é

que ela asse bem lentamente. Na hora de servir, fatiar. Usar como guarnição arroz

branco e farofa.




                                                


                                             

Peru Assado

INGREDIENTES:
 1 peru limpo com cerca de 4 kg,
2 cebolas grandes cortadas em pedaços pequenos,
 1/2 colher das de sopa de molho de pimenta,
 1 colher das de sopa de mostarda tipo francesa,
 1 garrafa de vinho branco seco,
 3 xícaras de caldo de galinha,
 1 xícara de manteiga derretida, sal a gosto e manteiga derretida para injetar.

MODO DE PREPARO:
 Pré-aqueça o forno em temperatura média (180º C); coloque num liqüidificador as cebolas, os alhos, o molho de pimenta, a mostarda, 1 xícara de vinho, 1 xícara de caldo de galinha, a manteiga, o sal e bata bem em seguida; passe para uma vasilha, juntando o vinho e o caldo de galinha restantes e misture bem; recheie o peru e coloque-o numa assadeira sem untar; segure a pele do peito do peru com uma mão e, com a outra, empurre-a para soltar da carne; fure a carne com um garfo e, com o auxílio de um injetor de tempero, injete a manteiga derretida em vários pontos do peito do peru; esfregue o tempero preparado na superfície do peru e injete um pouco na carne; puxe a pele de volta, cobrindo novamente o peru, e costure com linha grossa; cubra com papel alumínio e leve ao forno por cerca de 3 horas, regando o peru a cada 20 minutos com o molho que cair na assadeira; quando o papel já estiver escurecido, retire-o e deixe o peru no forno até dourar.




Guarneça da  sua maneira
                                   

Frango Assado





Ingredientes:


1 frango inteiro de cerca de 1,2 kg

1 limão

3 fatias finas de bacon

1 ramo de alecrim
4 folhas de louro

1/2 xícara (chá) de vodca

3 cebolas roxas médias cortadas em gomos

1 dente de alho

2 ramos de tomilho

700 g de batatas descascadas

manteiga

sal e pimenta-do-reino a gosto



Modo de Preparo:

Ligue o forno à temperatura média. Lave e seque bem o frango e tempere com sal e pimenta-do-reino por dentro e por fora. Coloque dentro do frango o limão inteiro, as fatias de bacon, o alecrim e o louro. Disponha o frango em uma caçarola que possa ir ao forno, regue com a vodca, junte a cebola e o alho, sem descascar. Leve ao forno por 50 minutos, regando de vez em quando com o caldo de cozimento. Corte as batatas em palitos bem finos, enxugue e tempere com sal e pimenta-do-reino. Distribua 1/4 das batatas em uma frigideira antiaderente untada com manteiga, mantendo-as compactas, e cozinhe-as em fogo médio, achatando-as com uma espátula até que fiquem douradas. Vire as batatas com um prato, como se fosse uma omelete, e doure do outro lado. Repita a operação mais três vezes. Retire o frango do forno, corte-o em 4 partes e sirva sobre o rösti de batatas. Complete com a cebola, polvilhada com folhas de tomilho.

Linguiça Assada

                                         






 A velha e boa Linguiça  na  Brasa
 Acompanhamentos

Cortei umas quatro ou cinco fatias finas de courgette e de beringela, umas 3 de pimento vermelho e temperei-as todas, num prato, com azeite, alecrim (muito pouco!), sal e alho em pó.
No grelhador de prensa, aquele em que fazíamos tostas mistas quando chegávamos a casa depois das discotecas, grelhei as fatias dos legumes, com a prensa fechada para ser mais rápido.
Quando já estavam levemente grelhados mas sem estarem completamente cozidos (uns 2 ou 3 minutos, se tanto) retirei-os do grelhador, cortei-os em pedaços mais pequenos e retornei-os ao prato de tempero, onde ainda havia um pouco de azeite e ervas
. Juntei-lhes umas folhas de hortelã finamente picadas e misturei bem.
 Entretanto lavei a alface, sequei-a bem e cortei-a em tiras. Juntei-lhe um pouco de rúcula e mais hortelã bem picada.
 Temperei com um fio de azeite e outro de balsâmico e uma pitada de sal.
Coloquei estes verdes num prato e, sobre eles, os legumes grelhados e 3 ou 4 azeitonas, o suficiente para dar sabor às garfadas.


Pato assado com abacaxis


                                                    Pato assado com abacaxis


Comecei por assar os 2 patos como indico na minha receita de Pato assado com laranja e… pecado.

Ao fim do período de 30 minutos indicado na receita, retirei os patos do forno e, com cuidado, deitei a maior parte do molho que se foi formando durante a assadura para um tacho.

Levei de novo os patos a assar mais vinte minutos. O tempo é uma questão de gosto. Há quem goste do pato bem tostado.

Entretanto, coei o molho de assar o pato e levei ao lume, em partes iguais, molho de assar o pato, e vinho do Porto. Cerca de 1,5 dl de cada.

Deixei ferver durante cerca de 10 minutos e juntei 1 colher de chá de farinha maizena diluída num pouco de água fria. Bati com o batedor de varas e juntei 1 kg de cerejas a que retirei o caroço. Rijinhas. De preferência. Ao fim de mais 3 minutos de fervura, rectificado o sal e a pimenta preta (sempre moída na ocasião), retirei do lume.

Trinchei o pato. 1/2 pato por cabeça. Reguei com o molho e guarneci com abacaxis. Acompanhei com batata chip.




                                                          

Lombo Assado Com Batatas









Ingredientes:




* lombo de porco

* batatinhas pequeninas para assar

* azeite

* sumo de limão

* sal

* alho em pó

* pimentão doce

* cebolas

* caldo de carne

Preparação:

Coloquei o lombo numa travessa de ir ao forno, temperei-o com todos os condimentos, barrei-o com o caldo de carne e reguei-o com azeite. Parti as cebolas às meias luas e coloque à volta do lombo. Deixei repousar algumas horas e depois coloquei no forno; a meio da cozedura, coloquei as batatinhas a assar. Retirei quando completamente cozinhado e servi com saladinha

Pernil Assado

                                         






INGREDIENTES


1 pernil traseiro de porco

250 gramas de bacon cortado em tiras finas

2 copos de vinagre de vinho

3 cebolas

4 dentes de alho

2 folhas de louro

1 pitadinha de noz moscada

2 cravo da índia

1 copo de vinho tinto

Manteiga

Sal

Pimenta do reino e malagueta, a gosto



MODO DE PREPARO



Tome o pernil e tire quase toda a gordura que o envolve. Com uma faca bem afiada, dê talhos profundos e introduza com cuidado as tirinhas de bacon. Fure com um garfo e ponha em vinha-d’alho feita assim: passe no liquidificador a cebola, o alho, o louro, a noz-moscada, o cravo, a pimenta, o vinagre, o vinho e sal a gosto. Deixe o pernil de molho durante pelo menos 12 horas, virando sempre para que fique temperado por igual.



Retire-o da vinha-d’ alho, limpe bem e leve-o para assar besuntado com manteiga e coberto por papel impermeável. De vez em quando, levante o papel e regue com vinha-d’alho coada. Quando estiver assado, retire o papel e deixe corar.



Pré-preparo 12 h

Rendimento 12 porções

Tempo de Preparo 3 horas

Costela Assada Na Brasa


                                   



                                                                  Picanha na Brasa


                                            

COSTELA ASSADA NA BRASA - A LEGÍTIMA DO GAÚCHO.


A costela está cada vez mais ganhando Reinado em São Paulo.

É o único corte de carne bovina capaz de fazer frente à famosa picanha.

Ao contrário da picanha, a costela reserva segredos inimagináveis a novos churrasqueiros na hora do preparo.

Quando eu era dona do Oasis  em Osasco  A Costela na Brasa era a mais pedida, meu  churrasqueiro era um Gaucho e dos Bons  nisto.


São estes alguns segredos: A escolha da carne, matéria prima, precisa ser de boi (macho), pois é maior e assim proporciona cortes com mais quantidade de gordura e mais farta na altura da carne. Seu tempero é somente com sal grosso e seu tempo de assado é lento, muito lento, quase parando.



Um dos mais valiosos segredos da boa costela é o braseiro. Sim, costela tradicional como manda o figurino, no Sul do Brasil, na Argentina e no Uruguai, lugares onde o churrasco teve início e até hoje é o mais consumido, a costela é assada na brasa. Usa-se lenha ou carvão vegetal e somente no calor do braseiro a costela é assada lentamente.


Por isso que a costela feita em braseiros  no Chão
ficam macias, suculentas, com aquele cheirinho de brasa que faz parte do bom, verdadeiro e tradicional churrasco.

Façam  a  COSTELA e bom apetite.